Nosso Blog

Descubra sobre sua Marca

O que vender na internet: 90 dicas para você se inspirar e criar seu negócio

O que vender na internet: 90 dicas para você se inspirar e criar seu negócio

Já não é mais novidade que o perfil de consumo e a modalidade de compra dos brasileiros mudaram - e continuam mudando. De acordo com dados do relatório NeoTrust, o faturamento do comércio eletrônico apresentou, em 2019, uma alta nominal de 22,7% em relação ao ano anterior, atingindo o total de R$ 75,1 bilhões.

Além de ser uma ótima opção para quem compra, esse tipo de comércio também pode ser bastante vantajoso para quem vende. Isso porque ele permite ao empreendedor mais liberdade com horários, mais autonomia e também mais flexibilidade para cuidar de um negócio, já que tudo que ele precisa é de um local com boa conexão. 

Se você já está convencido das vantagens de vender online, mas ainda não sabe muito bem o que vender na internet, confira abaixo ideias de produtos e serviços de segmentos variados, saiba quais delas mais podem gerar lucro e também dicas valiosas para você começar - e, claro, ter sucesso - no seu negócio digital.

 

Ideias do que vender na internet

  • Ideias na área de informática e eletrônicos
  1. Smartphones
  2. Smartwatches
  3. Tablets
  4. Acessórios para dispositivos móveis ( como capas, tripés e fones de ouvido)
  5. Computadores de mesa para trabalho
  6. Computadores gamer 
  7. Notebooks para trabalho
  8. Notebooks gamer
  9. Computadores All In One
  10. Acessórios de informática (como mouses, teclados e headsets)
  11. Monitores
  12. Peças e Hardware (como memória RAM, SSD e disco rígido)
  13. Impressoras e cartuchos
  14. Equipamentos de rede (como modem, roteador e repetidor)
  15. Projetores de vídeo
  16. Consoles de videogame
  17. Jogos digitais 
  18. Jogos em mídia física
  19. Gamepads, joysticks e outros controles para jogos
  20. GPS e suportes de celular para carros

 

  • Ideias na área de vestuário e acessórios
  1. Roupas para o dia a dia (como camisas, calças, vestidos, roupas de frio);
  2. Roupas esportivas
  3. Roupas sociais
  4. Roupas infantis
  5. Roupas de banho
  6. Vestidos de noiva
  7. Calçados
  8. Bolsas
  9. Carteiras
  10. Jóias ou bijuterias (como brincos, pulseiras, colares e aneis)
  11. Lingerie
  12. Óculos de grau ou de sol
  13. Anéis de noivado e de casamento
  14. Relógios de pulso
  15. Chapéus e bonés
  16. Produtos e acessórios para bordados

 

  • Ideias na área de esportes 
  1. Bicicletas;
  2. Roupas, acessórios e bolas para a prática de futebol
  3. Roupas, acessórios e bolas para a prática de vôlei
  4. Roupas, acessórios e bolas para a prática de tênis
  5. Roupas, acessórios e bolas para a prática de basquete
  6. Roupas, acessórios e barracas para camping
  7. Equipamentos de musculação
  8. Produtos fitness e para musculação (como suplementos e vitaminas)
  9. Patins
  10. Patinetes
  11. Equipamentos de pesca
  12. Skates, longboards, pranchas de surf
  13. Monitores cardíacos e de desempenho
  14. Jogos de mesa (como xadrez, poker e dardos)
  15. Vestuário e acessórios esportivos no geral
  16. Videoaula de treinos ou danças para a perda de peso

 

  • Ideias na área de perfumaria e cosméticos
  1. Perfumes (masculinos, femininos e unisex)
  2. Produtos e equipamentos para o cabelo 
  3. Produtos e equipamentos para maquiagens 
  4. Barbeadores e lâminas íntimas
  5. Cosméticos e dermocosméticos
  6. Cosméticos veganos para a pele
  7. Materiais e acessórios de cabelo para salões de beleza 
  8. Materiais e acessórios de manicure para salões de beleza

 

  • Ideias na área de culinária
  1. Marmitas fitness congeladas
  2. Bolos personalizados
  3. Doces e acessórios para festas
  4. Molhos e pimentas especiais
  5. Bebidas alcoólicas (como cervejas artesanais, vinhos e vodkas)
  6. Máquinas e acessórios para a produção de cervejas
  7. Livros de receitas 

 

  • Ideias na área de turismo e viagens
  1. Malas e bolsas para viagem
  2. Hotéis e quartos para estadia
  3. Cruzeiros
  4. Pacotes de viagem em grupo
  5. Pacotes de feriados
  6. Ingressos para eventos nacionais ou internacionais
  7. Aluguel de carros 
  8. Seguros para viagens

 

Ideias na área de serviços e cursos online

  1. Webinários e infoprodutos
  2. Consultoria online (na sua área de conhecimento)
  3. Cursos digitais (de marketing, vendas e programação, por exemplo)
  4. Serviços de propaganda e marketing 
  5. Servidores e serviços de hospedagem de sites
  6. Sistemas de CRM (Customer Relationship Management, ou gestão de relacionamento com o cliente)
  7. Aplicativos para dispositivos móveis (jogos, soluções, conveniências, etc)
  8. Ferramentas de e-mail marketing
  9. Plataformas de atendimento ao cliente
  10. Plataformas de ecommerce
  11. Ferramentas de automação para redes sociais (Instagram, Tik Tok, etc)
  12. Serviços de desenvolvimento de sistemas
  13. Serviços de design 
  14. Conteúdo informativo e educacional no YouTube

 

Quais produtos estão em alta na internet e podem gerar mais lucro

Com tantas possibilidades de produtos e serviços para vender na internet, você deve estar se perguntando qual delas é a melhor para você. É claro que é fundamental priorizar segmentos com os quais você já tem conhecimento e/ou afinidade, mas também é importante levar em consideração os produtos e serviços que podem trazer mais lucro.

A partir de uma pesquisa de palavras-chaves nos mecanismos de busca, o Sebrae identificou quais são os principais interesses de compra dos usuários de internet. Entre eles se destacam produtos e serviços voltados para a saúde mental - como tapetes e videoaulas de yoga - e para o segmento fitness - como produtos diet e serviços de treinamento.

Também aparecem na lista a venda de bolos e doces gourmet, a venda de acessórios (brincos e piercings, por exemplo), venda de materiais para fotógrafos e venda de livros em geral. Em 2021, outros produtos que tiveram alta de busca são aqueles voltados para o lar - como panelas, camas e travesseiros -, roupas comfy e outros produtos que refletem as mudanças provocadas pela pandemia.

Aproveite e confira também 9 ideias de negócios que estão bombando em 2021.

 

Dicas valiosas para começar um negócio virtual

  • Entenda onde está seu público e comunique-se com ele

Se você já tem em mente o que você deseja vender na internet, chegou a hora de entender onde está o seu público. É claro que é importante ter uma forte presença digital em canais diversos, mas é mais estratégico concentrar esforços onde pode render melhores resultados. Por isso, se for possível, comunique-se com seus clientes para entender quais plataforma eles mais usam. 

  • Escolha uma plataforma de venda

Uma dica para quem ainda não tem uma loja virtual é considerar o uso de pelo menos uma plataforma de vendas disponíveis no setor. Alguns exemplos de ferramentas que podem te ajudar a fazer negócio são Loja Integrada, Ebanx Beep, Shopify e Nuvemshop, já que permite que você crie um e-commerce em poucos passos. Além disso, também vale investir nas vendas através das redes sociais, como Instagram Shop e Zap Commerce.

  • Garanta uma boa logística

Nenhuma loja virtual funciona sem uma boa logística. Por isso, antes de iniciar as suas vendas é importante desenhar todos os passos necessários - desde o seu recebimento até a entrega para o cliente - e estabeleça prazos adequados junto a sua logística. Uma dica é dar prazos um pouco maiores para os clientes, pois caso a entrega ocorra antes, eles podem ser positivamente surpreendidos.

  • Use as redes sociais para divulgar a sua marca

Enquanto as plataformas permitem que você comercialize na web seus produtos ou serviços, as redes sociais são ótimas aliadas para a divulgação da sua marca. Pelo WhatsApp, por exemplo, você pode criar uma conta comercial para se comunicar com seus clientes. Já o Instagram e o Facebook funcionam como ótimas fontes de divulgação e também ajudam a despertar o desejo e interesse por parte dos consumidores. 

  • Evite estratégias muito caras

Se você está começando agora nesse universo das vendas digitais, saiba que você pode e deve ir com calma. Isso porque, especialmente durante uma crise, não é hora de pensar em crescimento exponencial e nem em estratégias que exijam um investimento muito alto. Você pode começar suas vendas sem grandes gastos, focando apenas naquilo que for mais essencial para o seu tipo de negócio. 

  • Solicite o registro de marca no INPI

Perante à lei, somente o certificado de registro de marca concedido pelo INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) é capaz de assegurar os direitos de uma empresa e de protegê-la da concorrência desleal dentro e fora da internet. Para obter o registro, é preciso abrir um pedido e aguardar a análise do Instituto, que costuma levar meses. Aproveite e saiba como registrar o nome de uma loja virtual