Registro de marca internacional: você sabe como funciona?

Registro de marca internacional: você sabe como funciona?

Trocas e negociações de empresas brasileiras com parceiros internacionais são mais comuns do que se imagina e, ao contrário do que muitos acreditam, essa não é uma vantagem apenas das gigantes multinacionais presentes no mercado.

Justamente por isso é que cada vez mais empresários têm buscado pelo registro de marca internacional, já que esse é um diferencial competitivo que, além de gerar parcerias, também faz com que a marca tenha ainda mais credibilidade. 

Mas, afinal, o que é o registro de marca internacional? 

Basicamente, é um processo que garante a proteção de empresas em territórios internacionais e que pode ser realizado tanto individualmente com o Estado de interesse, quanto em diversos países por meio do Protocolo de Madri

Também chamado de Sistema de Madrid, esse tratado internacional tem base legal e determina que uma empresa não precisa mais registrar sua marca em cada um dos países para onde exporta seus produtos e serviços. 

A adesão ao Protocolo de Madri também permite, desde 2019, que as empresas brasileiras façam o registro internacional de suas marcas por R$ 1.160, com a contrapartida de que as marcas estrangeiras aqui registradas gerem renda e tributos no País.

No total, 120 países fazem parte do acordo, incluindo potências como Estados Unidos e China. Além disso, os países que assinaram o tratado representam 80% da economia mundial, o que significa que ótimas mudanças para cenário de exportação local podem acontecer.

Por que é importante fazer o registro de marca internacional?

Atualmente, muitos produtos brasileiros têm valor em outros países e, por isso, a exportação já se tornou uma prática para empresas de grande, médio e até pequeno porte. O registro de marca internacional é essencial para garantir seus direitos em territórios não brasileiros.

Isso porque o registro comum realizado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) protege a marca apenas em território nacional. Sendo assim, somente o documento internacional possibilita novas oportunidades de lucros diante dos estrangeiros. 

Como obter o registro de marca internacional?

O procedimento para registrar uma marca internacionalmente é parecido com o brasileiro, sendo que também é necessário realizar uma busca prévia para ter certeza que não existe nenhuma marca igual ou semelhante ao seu negócio. 

Para isso, basta acessar o TMview, uma plataforma criada com marcas de 41 países e quatro organizações internacionais. A pesquisa é gratuita e feita através deste link. Você deve inserir no campo de pesquisa o nome de marca comercial e clicar em pesquisar. Em seguida, uma nova aba vai mostrar a lista de resultados com diversos dados, como se a marca é registrada ou não, classificação e até a data do pedido de registro. 

Caso a marca desejada esteja disponível para registro, o primeiro passo é realizar um cadastro no sistema e-INPI. Em seguida, o depositante do pedido deve pagar retribuições tanto ao INPI, quanto à Secretaria Internacional.

Em seguida, utilizando o número da GRU paga, acesse o sistema e-Marcas para protocolar o pedido internacional. É importante lembrar que a documentação deve estar em espanhol, inglês ou francês e precisa conter a exata reprodução de sua marca, registros comprovando que a sua empresa existe no Brasil e os formulários de requerimento preenchidos. 

O INPI deverá analisar a documentação em até dois meses e, depois disso, a documentação será enviada para a OMPI, que é a responsável por encaminhar os pedidos a cada um dos países em que a empresa deseja fazer o registro. Os órgãos responsáveis terão até 18 meses para analisar a solicitação e dar um parecer positivo ou negativo.

Você pode acompanhar o andamento do pedido na Revista da Propriedade Industrial, ou aguardar a notificação da Secretaria Internacional da OMPI. Uma dica para facilitar todos esses processos é contratar os serviços de especialistas em propriedade industrial.

A Move On é uma empresa de registro de marca que realiza todos os trâmites técnico-administrativos/judiciais perante os órgãos de propriedade intelectual do Brasil. Vale a pena entrar em contato e verificar os preços oferecidos!

O registro também protege a marca contra tentativas de roubo, fraudes ou uso indevido.

Solicite o seu registro de marca

A MARCA REGISTRADA GERA LUCRO À SUA EMPRESA!

A marca registrada é adicionada na contagem da mensuração do valor da empresa, aumentando o valor percebido perante investidores e valor final das ações, aplicações e vendas.

Fale com nossos especialistas
Register Logos

Inicie seu registro agora. É fácil e seguro

Transformamos um procedimento burocrático em uma experiência satisfatória.

É aqui que você vai ter tranquilidade e acompanhamento do início ao fim.

Nosso serviço é para todas as pessoas que possuem uma marca própria, seja você pessoa física ou jurídica, grande ou individual.

Nossas Redes Sociais

Nossos embaixadores de marca

Next

Mais de 26 mil seguidores no Instagram!

Registro de marca internacional: você sabe como funciona?

Registro de marca internacional: você sabe como funciona?

Trocas e negociações de empresas brasileiras com parceiros internacionais são mais comuns do que se imagina e, ao contrário do que muitos acreditam, essa não é uma vantagem apenas das gigantes multinacionais presentes no mercado.

Justamente por isso é que cada vez mais empresários têm buscado pelo registro de marca internacional, já que esse é um diferencial competitivo que, além de gerar parcerias, também faz com que a marca tenha ainda mais credibilidade. 

Mas, afinal, o que é o registro de marca internacional? 

Basicamente, é um processo que garante a proteção de empresas em territórios internacionais e que pode ser realizado tanto individualmente com o Estado de interesse, quanto em diversos países por meio do Protocolo de Madri

Também chamado de Sistema de Madrid, esse tratado internacional tem base legal e determina que uma empresa não precisa mais registrar sua marca em cada um dos países para onde exporta seus produtos e serviços. 

A adesão ao Protocolo de Madri também permite, desde 2019, que as empresas brasileiras façam o registro internacional de suas marcas por R$ 1.160, com a contrapartida de que as marcas estrangeiras aqui registradas gerem renda e tributos no País.

No total, 120 países fazem parte do acordo, incluindo potências como Estados Unidos e China. Além disso, os países que assinaram o tratado representam 80% da economia mundial, o que significa que ótimas mudanças para cenário de exportação local podem acontecer.

Por que é importante fazer o registro de marca internacional?

Atualmente, muitos produtos brasileiros têm valor em outros países e, por isso, a exportação já se tornou uma prática para empresas de grande, médio e até pequeno porte. O registro de marca internacional é essencial para garantir seus direitos em territórios não brasileiros.

Isso porque o registro comum realizado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) protege a marca apenas em território nacional. Sendo assim, somente o documento internacional possibilita novas oportunidades de lucros diante dos estrangeiros. 

Como obter o registro de marca internacional?

O procedimento para registrar uma marca internacionalmente é parecido com o brasileiro, sendo que também é necessário realizar uma busca prévia para ter certeza que não existe nenhuma marca igual ou semelhante ao seu negócio. 

Para isso, basta acessar o TMview, uma plataforma criada com marcas de 41 países e quatro organizações internacionais. A pesquisa é gratuita e feita através deste link. Você deve inserir no campo de pesquisa o nome de marca comercial e clicar em pesquisar. Em seguida, uma nova aba vai mostrar a lista de resultados com diversos dados, como se a marca é registrada ou não, classificação e até a data do pedido de registro. 

Caso a marca desejada esteja disponível para registro, o primeiro passo é realizar um cadastro no sistema e-INPI. Em seguida, o depositante do pedido deve pagar retribuições tanto ao INPI, quanto à Secretaria Internacional.

Em seguida, utilizando o número da GRU paga, acesse o sistema e-Marcas para protocolar o pedido internacional. É importante lembrar que a documentação deve estar em espanhol, inglês ou francês e precisa conter a exata reprodução de sua marca, registros comprovando que a sua empresa existe no Brasil e os formulários de requerimento preenchidos. 

O INPI deverá analisar a documentação em até dois meses e, depois disso, a documentação será enviada para a OMPI, que é a responsável por encaminhar os pedidos a cada um dos países em que a empresa deseja fazer o registro. Os órgãos responsáveis terão até 18 meses para analisar a solicitação e dar um parecer positivo ou negativo.

Você pode acompanhar o andamento do pedido na Revista da Propriedade Industrial, ou aguardar a notificação da Secretaria Internacional da OMPI. Uma dica para facilitar todos esses processos é contratar os serviços de especialistas em propriedade industrial.

A Move On é uma empresa de registro de marca que realiza todos os trâmites técnico-administrativos/judiciais perante os órgãos de propriedade intelectual do Brasil. Vale a pena entrar em contato e verificar os preços oferecidos!

Register Logos

Inicie seu registro agora. É fácil e seguro

Transformamos um procedimento burocrático em uma experiência satisfatória.

É aqui que você vai ter tranquilidade e acompanhamento do início ao fim.

Nosso serviço é para todas as pessoas que possuem uma marca própria, seja você pessoa física ou jurídica, grande ou individual.

A MARCA REGISTRADA GERA LUCRO À SUA EMPRESA!

A marca registrada é adicionada na contagem da mensuração do valor da empresa, aumentando o valor percebido perante investidores e valor final das ações, aplicações e vendas.

Fale com nossos especialistas

Nossos embaixadores de marca

Next

Mais de 26 mil seguidores no Instagram!