Nosso Blog

Descubra sobre sua Marca

Rebranding: saiba o que é como aplicar na sua empresa

Rebranding: saiba o que é como aplicar na sua empresa

Com um mercado que está sempre se reinventando, é bem provável que a sua marca tenha que se reposicionar em algum momento. Seja uma mudança no portfólio de produtos ou até mesmo uma atualização na identidade visual na sua empresa, o que importa em um rebranding é fazer com que seus produtos e propósitos estejam alinhados àquilo que seus consumidores esperam da sua marca.

Mudar a percepção que o público tem da sua marca pode até parecer estranho e arriscado, mas para que esse reposicionamento seja feito é preciso ter um bom planejamento, uma boa estratégia e inteligência de mercado. Se você tem um negócio há muito tempo ou se começou agora, mas percebeu que sua empresa precisa de mudanças, confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre rebranding.

 

O que é rebranding e por que essa é uma estratégia importante

Resumidamente, rebranding é o nome dado às estratégias de reposicionamento de uma marca no mercado. Apesar de ser muito comum em grandes empresas, marcas de todos os portes têm adotado o rebranding e pelos mais diversos fatores, mas sempre visando melhorar a percepção do consumidor sobre a marca.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Ana Couto Branding, 67% dos consumidores estão mais dispostos a comprar um produto de uma marca que tenha alguma conexão ou propósito em comum com eles e, inclusive, se dispõem a gastarem mais por isso. Isso mostra que ter uma marca com o posicionamento bem estabelecido é a chave para a aquisição e fidelização dos clientes.

Vale lembrar que uma marca forte não é aquela que apenas fideliza seus clientes, mas que também cria conexões conscientes e inconscientes nos consumidores. Quando você ouve a frase “just do it”, por exemplo, já imagina corredores fitness com tênis de corrida da Nike, não é mesmo? Essa é só uma das marcas que investem em rebranding!

Outro exemplo clássico de marca que passou por um rebranding é a Skol, marca de cervejas. Até não muito tempo atrás, o padrão publicitário da empresa era composto por mulheres de biquini na praia, o que já mudou. Em 2017, a marca lançou uma campanha de rebranding no dia internacional da mulher com o slogan “Redondo é sair do seu passado” e até mesmo as embalagens iriam refletir esse novo posicionamento.

 

Por que uma empresa investe em um rebranding

Como mencionamos ali em cima, a mudança de portfólio ou na identidade visual da marca podem ocasionar um rebranding, mas existem outros outros diversos fatores. Muitas vezes, o rebranding também acontece porque a forma como a empresa se comunica com o consumidor muda, já que pessoas e marcas amadurecem. 

Além disso, o reposicionamento de marca ainda pode acontecer caso a imagem ou reputação da marca seja afetada negativamente. De qualquer forma, os esforços são sempre concentrados para cumprir o objetivo de manter a competitividade da marca ou até mesmo de destacá-la dos outros concorrentes.

 

Como fazer o rebranding da sua empresa

  • Analise o seu cenário de mudança

Se você decidiu que sua marca precisa passar por um reposicionamento, é porque você identificou algum tipo de problema nela. Para trabalhar em boas estratégias, o primeiro passo é entender quais aspectos será necessário mudar, o que pode ser feito por meio da coleta de feedbacks, além de uma boa análise do mercado em que atua e de seus concorrentes.

  • Entenda a personalidade da marca

Se a sua marca fosse uma pessoa, quem ela seria? Como ela seria? Quais adjetivos ela teria? Essas perguntas ajudam a traçar uma espécie de personalidade da sua marca, o que facilita a identificação de potenciais clientes e ainda estabelece a forma como sua empresa irá se posicionar diante de diversas questões a partir dessa mudança.

  • Trabalhe sua identidade visual

Os elementos visuais de uma marca não são importantes apenas porque auxiliam na diferenciação dos seus concorrentes e na memorização da sua marca por parte dos consumidores, mas também porque refletem a personalidade da marca. Por isso, o ideal é contratar um designer e alinhar junto a ele um logotipo adequado, além da sua tipografia, paleta de cores e unidade de estilo que também poderão sofrer alterações para manter uma boa identidade visual.

  • Adeque seu tom de voz 

Depois de entender a personalidade da marca, é preciso também adequá-la ao tom de voz utilizado pela empresa. Vale entender como é a linguagem da marca, se ela é mais descontraída ou mais formal ou se é jovem ou adulta, por exemplo. Uma dica é pesquisar quais são os termos utilizados pelos seus clientes e adotar os que fazem sentido para o seu negócio.

  • Crie expectativa antes de anunciar a mudança

Um rebranding de sucesso é aquele notado pelo público. Para evitar que ele passe despercebido, é importante criar expectativa na audiência. No ambiente digital, você pode fazer isso por meio de anúncios pagos, campanhas de e-mails marketing ou até mesmo em posts nas redes sociais para a sua base de seguidores.

  • Posicione a marca em canais de mídia

Todo rebranding vem acompanhado de diversas modernizações na marca e uma ótima forma de mostrar investimento nisso é garantir uma boa exposição em canais de mídia. É importante escolher aqueles que mais estão alinhados com o público que você deseja atingir e concentre seus esforços onde você acredita que terá mais retorno.

Agora que você já sabe tudo sobre rebranding, não esqueça de garantir a proteção da sua nova marca. Mesmo que ela não tenha mudado de nome, será necessário solicitar o registro novamente caso haja alguma alteração no logotipo. Os especialistas da Move On estão prontos para esclarecer dúvidas sobre o registro de marca. Clique e entre em contato!