Nosso Blog

Descubra sobre sua Marca

Rebranding: o que é, cases e como aplicar na sua marca

Rebranding: o que é, cases e como aplicar na sua marca

Ao longo dos anos, tudo evolui. As tecnologias, as pessoas e, claro, o mercado também se altera. Dessa forma, uma marca não consegue ficar décadas com um mesmo modelo de negócios ou estratégia, afinal, ela precisa se adequar ao novo momento. Por isso, muitas marcas aplicam o rebranding. Conheça mais sobre essa técnica e como pode ser aplicada ao seu negócio.

O que é rebranding?

Com certeza você deve conhecer alguma marca que aplicou um rebranding, seja por um momento de crise ou por uma nova estratégia. Essa técnica consiste na mudança de logo, de nome, cores, mas a verdade é que ela vai muito além disso. Já que é preciso ter uma análise aprofundada e muita pesquisa para que a nova proposta seja certeira e o seu modelo de negócios se encaixe no planejamento.

O rebranding, ao final de todo seu processo, deve criar um novo significado para a sua marca, para que ela seja apresentada ao público como uma novidade ou como renovada. Para seguir esse caminho, existem algumas possibilidades.

Rebranding proativo

Esse tipo de rebranding é muito utilizado quando uma empresa enxerga uma oportunidade dentro do mercado. Seja para atrair novos clientes, como também para fidelizar ou trazer de volta aqueles mais antigos, e a mudança no posicionamento da marca deve estar explícito nessa nova identidade.

Rebranding reativo

Como o nome sugere, o rebranding reativo é a sua reação a alguma coisa que ocorreu, o que normalmente é uma crise. O ponto principal aqui é quando você percebe esse problema e, por isso, precisa se movimentar rapidamente. Diversas gigantes do mercado já precisaram se reposicionar para não perder clientes e superar seus momentos de dificuldade.

Como fazer o rebranding?

Por mais que o rebranding tenha se tornado bastante popular entre as marcas, essa técnica exige muitos cuidados para que não ocorra nenhum erro. Uma estratégia errada pode gerar uma crise, piorar a já existente e até criar situações mais críticas. Veja dicas para aplicar o rebranding.

  • Estude o mercado: é fundamental acompanhar as mudanças que estão ocorrendo no mercado. O processo de digitalização dos processos levou muitas empresas a mudarem sua forma de atuação. Aquelas que não acompanharam, acabaram falindo;
  • Converse com seu público: o seu público é o ponto final do seu negócio e é quem contribui muito para que tudo funcione. Se estiver pensando em fazer alguma mudança, faça pesquisas e analise a melhor forma de gerar um impacto positivo nos seus clientes;
  • Crie boas estratégias:. Fazendo uma boa pesquisa e estudando o mercado, você consegue gerar insights para encontrar a melhor estratégia. É importante reforçar que a estratégia é fundamental para o sucesso.

Rebranding: cases de sucesso

Para ajudar nesse processo de rebranding, temos alguns cases de sucesso (e outros nem tanto) que mostram a importância de um bom planejamento para esse reposicionamento da marca.

Havaianas

Uma das empresas de calçados mais famosas do Brasil, as Havaianas passaram por uma forte crise. Muitos clientes associaram os preços populares das sandálias, a um produto de péssima qualidade e ainda reclamavam da pouca variedade de modelos.

Na sua nova estruturação, a empresa criou novas linhas e em suas propagandas colocou alguns dos principais artistas do Brasil. Após essa mudança, a marca alcançou um novo patamar e suas sandálias são muito requisitadas aqui e também fora do país.

McDonald's

A maior rede de fast-food do mundo, o McDonald's também sofreu uma crise forte após o documentário “A dieta do palhaço”, lançado em 2004. Além do filme ter sido um sucesso, ele mostrou os efeitos que uma alimentação à base dos lanches da empresa poderiam causar.

Foi necessária uma rápida mudança, tanto no posicionamento da marca, mas, principalmente, no cardápio que passou a oferecer opções menos nocivas à saúde. Atualmente, é possível comer frutas e saladas nas lanchonetes.

Facebook

O Facebook é a maior rede social do mundo e já passou por algumas mudanças na sua história. Uma delas foi bastante criticada e durou pouco tempo. O Facebook foi acusado de influenciar nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2016 e tentou uma rápida reformulação, no ano de 2019.

A escrita da marca passou de “facebook” para “FACEBOOK” e houve a mudança de cor na fonte. Não deu certo e, logo em seguida, essa mudança foi esquecida.

Mas também há um bom exemplo. Como muitos sabem, o Facebook adquiriu várias empresas, como o Instagram e o WhatsApp. Recentemente, quando você acessa um desses aplicativos é possível ver que foi inserida a frase “From Facebook”, em tradução livre, “do Facebook". Reforçando a marca e todos os seus integrantes.

Como você viu, o rebranding, se bem aplicado, é uma ótima técnica para o seu reposicionamento no mercado e que vai impactar em um novo momento no seu negócio. Além disso, essa mudança pode gerar um novo público e fidelizar aqueles clientes mais antigos.

 

Faça o registro da sua marca

Para ter a sua marca sempre segura e poder fazer as mudanças necessárias, é preciso que ela seja registrada. Esse procedimento evita que a sua marca seja utilizada de forma ilegal por terceiros.

Para fazer o processo, é preciso entrar em contato com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Para ter sucesso, e mais tranquilidade, no seu procedimento, é importante contar com os serviços de uma empresa especializada. A Move On gerencia e cuida de toda a burocracia do registro de marca de uma maneira eficiente para minimizar os possíveis obstáculos com o INPI. Entre em contato e saiba tudo o que é preciso para registrar sua marca.