Nosso Blog

Descubra sobre sua Marca

GRU no INPI: tudo que você precisa saber para gerar a sua

GRU no INPI: tudo que você precisa saber para gerar a sua

Apesar de não serem muitas, as fases do processo de registro de marca são complexas e exigem bastante atenção e dedicação. Para dar entrada no pedido junto ao INPI, é preciso: classificar a marca, fazer uma busca de viabilidade, realizar o cadastro no portal do INPI, pagar a Guia de Recolhimento da União (GRU), enviar as informações da marca e acompanhar o processo.

A etapa de pagar a Guia de Recolhimento da União, também chamada de GRU, é uma das que mais gera dúvidas, afinal, esse é um investimento importante para qualquer marca. Se você já passou por todas as fases anteriores a essa e agora quer saber mais sobre a GRU, confira abaixo o que é preciso para gerar a sua.

 

O que é a GRU

Para entender o que é a GRU, você precisa entender o que é o INPI. O INPI é uma autarquia federal brasileira vinculada ao Ministério da Economia e a Guia de Recolhimento da União (GRU) é um documento instituído pelo Ministério da Fazenda para recolhimento das receitas de órgãos, fundos, autarquias, fundações e demais entidades integrantes dos orçamentos fiscal e da seguridade social.

Para o pagamento da GRU, o órgão ainda estabelece algumas regras como não enviar boletos de qualquer tipo por correio, e-mail ou qualquer outro meio e precisar ser paga antes do protocolo da respectiva petição. Além disso, mesmo após gerar sua GRU será necessário aguardar até 1 hora para efetuar seu pagamento.

 

Como gerar a GRU

1º passo: Faça o seu login ou cadastro no site do INPI;

2º passo: Depois que já estiver logado, clique em “Tipo de Serviço” e, em seguida, clique em “Marca”;

3º passo: No campo “Serviço”, escreva o nome do serviço que você deseja realizar e selecione-o assim que aparecer na tela;

4º passo: Especifique o código de recolhimento pretendido - confira os serviços e códigos neste link.

5º passo: Confira as informações e clique em “Gerar Boleto”;

6º passo: Em seguida, clique em “Boleto de Pagamento” para abrir a o boleto da GRU;

7º passo: Depois que o download do arquivo estiver completo, realize o pagamento da GRU;

7º passo: Não esqueça de gerar e salvar o comprovante de pagamento da GRU, pois será preciso anexá-lo ao protocolo relativo ao serviço.

De acordo com o site do Governo Federal, o usuário pode pagar a GRU em qualquer instituição do sistema bancário nacional ou utilizar o PIX. Atualmente, a opção do PIX não se encontra disponível para os perfis de procuradores. 

 

Qual o valor da GRU do INPI

Os valores variam de acordo com o serviço solicitado. No caso do pedido de registro de marca, a taxa varia entre R$ 142,00 e R$ 355,00. Caso ele seja aprovado, é cobrada uma taxa de concessão que varia entre R$ 298,00 para MEI, ME, EPP e R$ 745,00 para empresas que não têm o benefício do desconto concedido pelo governo. 

 

Como consultar o número da GRU

Se você pagou a GRU, mas perdeu o chamado “nosso número” e precisa recuperá-lo, basta acessar o portal do INPI, clicar em “Custos e pagamento”, selecionar a área desejada, clicar em “Sistema de Geração de GRU”, informar login e senha e selecionar a opção “Minhas GRUs”. 

Você será direcionado para um endereço onde é possível pesquisar suas GRUs, recuperar numerações e tirar segunda via da guia. No caso da busca pelo CPF/CNPJ, digite apenas os números, sem pontos e traços.


Agora que você já sabe tudo sobre a GRU no INPI, aproveite e conheça todos os tipos, portes e tributação de empresas.