Nosso Blog

Descubra sobre sua Marca

Capital de giro: o que é e para que serve

Capital de giro: o que é e para que serve

Toda empresa precisa separar uma quantia em dinheiro para manutenção e pagamento das despesas, comprar estoque, inovação ou manter o negócio aberto. Esse valor é conhecido como capital de giro, saiba o que é e como calcular o valor certo para o seu empreendimento.

 

O que é capital de giro?

O capital de giro é o dinheiro que você precisa para manter a sua empresa funcionando normalmente. Esse valor precisa ser suficiente para deixar tudo em ordem por um intervalo de tempo, que você pode determinar. Por isso, é essencial que com a quantia seja possível pagar tudo o que for preciso, até você obter o retorno do lucro para o seu caixa.

Uma confusão muito comum que ocorre é entre os termos capital de giro e fluxo de caixa. Como já foi explicado, o capital de giro é o valor que você tem para pagar as contas. Já o fluxo de caixa é a forma como o dinheiro é gerenciado na empresa.

Além disso, há tipos diferentes de capital de giro que valem a pena você conhecer, e também ficar atento quando for calcular o da sua empresa.

  • Capital de giro líquido: é a quantia, de fato, disponível para uso. Ou seja, imóveis e outros tipos de patrimônio não entram nessa conta;
  • Capital de giro próprio: é o valor que a empresa possui, sem ter preciso pedir empréstimo. É um sinal que as contas estão equilibradas;
  • Capital de giro associado a investimentos: é o dinheiro que será usado para cobrir as despesas ao investir.

 

Como calcular o capital de giro

Para calcular o capital de giro e encontrar o valor ideal para a sua empresa, você deve seguir algumas etapas. É importante que você calcule todos os custos mensais que a sua empresa tem, tanto fixos, quanto variáveis. Além disso, some os valores que você tem para receber e o que tem em estoque.

Agora basta seguir a conta sugerida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Sebrae: pegar todo o valor que você tem a receber menos os custos da empresa. Para ficar ainda melhor, você pode multiplicar esse valor por seis ou 12 meses, para ter um capital de giro ideal para o semestre ou ano.

Um detalhe importante é que, se na hora que você fizer sua conta, o resultado der negativo, é preciso ligar um alerta. Isso significa que os gastos são maiores do que o valor recebido. No caso de empresas recém-abertas, esse fato costuma ser comum. Mas fique atento, pois se a situação seguir por muito tempo, é preciso rever suas finanças.

Agora, se ao longo do seu planejamento, você perceber que está sobrando muito dinheiro, isso pode significar dinheiro parado ou aplicações financeiras com baixa rentabilidade. Também vai ser preciso rever as contas e o seu plano financeiro.

Com todas essas questões, você percebeu o quanto é importante fazer o cálculo correto do capital de giro. Já que uma conta errada pode impactar de forma considerável o seu negócio.

 

Registro de marca

Mas tão importante para uma empresa quanto o capital de giro, é o registro de marca. Isso evita que ela seja usada de forma ilegal. Todo esse processo é feito junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Para que esse procedimento seja feito de uma forma tranquila, você pode contar com os serviços de uma empresa especializada. A Move On gerencia e cuida de toda a burocracia do registro de marca de uma maneira eficiente para minimizar os possíveis obstáculos com o INPI. Entre em contato e saiba tudo o que é preciso para registrar sua marca.